c MUP PÓS AVANÇA E EXPRESSA SEU CRESCIMENTO NO CONGRESSO DA ANPG – UJC
Home Comunistas MUP PÓS AVANÇA E EXPRESSA SEU CRESCIMENTO NO CONGRESSO DA ANPG
MUP PÓS AVANÇA E EXPRESSA SEU CRESCIMENTO NO CONGRESSO DA ANPG

MUP PÓS AVANÇA E EXPRESSA SEU CRESCIMENTO NO CONGRESSO DA ANPG

0

O Congresso Nacional de Pós-Graduandos e Pós-Graduandas chega ao final e coloca como uma verdade incontornável a presença do Movimento por uma Universidade Popular (MUP-PÓS) como a força que mais cresce no Movimento de Pós Graduação do país. Presente em APGs de diversas regiões e nas lutas concretas das Universidades o MUP-PÓS apresentou um Manifesto com quase 400 assinaturas, de pós graduandas e pós graduandos de 23 Estados, teve participação massiva em todos os debates do CNPG e contou com a expressão de sua linha política em todas as Mesas.

É essa realidade que faz com que nessa eleição da Diretoria da ANPG o MUP Pós venha a ocupar a Mesa Diretora na Diretoria Provisória da entidade, ocupando a Secretaria Geral. Lamentamos profundamente que a forma de debate e eleição deste Congresso seja por via remota, devido a pandemia e à necessidade de manter a entidade regularizada nesse período de ofensiva ultraliberal e reacionária do governo Bolsonaro-Mourão-Guedes. Nessas condições, as eleições ocorrem, nos moldes previstos em Estatuto, com a Diretoria que agora cessa como os únicos delegados natos, para a eleição da Diretoria Provisória. Entendemos que a melhor forma de se ocorrer o Congresso, se não fosse a Pandemia do Corona vírus, seria com a presença física e com eleições proporcionais para a Diretoria. Onde os projetos políticos distintos para o movimento de pós graduação, para a ciência e tecnologia, para o país, pudessem se expressar em diferentes Chapas, entre situação e oposição. Porém, entendendo a situação excepcional que vivemos, pela responsabilidade história que temos com a construção da ANPG, e mais ainda, com o momento político, de avanço da extrema direita, não podemos prescindir de uma organização nacional para fomentar a luta dos pós-graduandos e pós-graduandas.

Por isso, aprovamos a proposta de uma Chapa de Consenso entre todas as forças políticas, de situação e de oposição, que compõem o movimento da pós graduação e querem construir a ANPG para a eleição de uma Diretoria Provisória, que convoque um Congresso presencial da ANPG assim que cessar a crise da Pandemia, ainda em 2021.

A posição do MUP-Pós através das Diretorias que ocupou na ANPG no último ciclo, e no movimento da pós-graduação na base como um todo, se coloca em um espectro de oposição a qualquer projeto de Ciência e Tecnologia que não se volte para soberania popular. Nós do MUP-Pós apresentamos uma proposta de Ciência e Tecnologia que esteja a Serviço da Classe Trabalhadora: não acreditamos que a ciência seja neutra, por isso não basta defendermos uma “Ciência para a Nação ou Ciência para o Desenvolvimento”. Temos que dizer a serviço de que e de quem essa ciência deve estar, que é em defesa das necessidades da nossa classe e por uma soberania popular!

Também nos colocamos como Oposição por entender que, no que diz respeito à concepção de movimento de pós-graduação, defendemos uma ANPG cada vez mais nas ruas, Universidades e lutas da classe trabalhadora, dos movimentos populares e da juventude, tal qual temos feito através de nossas diretorias, e não uma ANPG que canalize a maior parte de seus esforços para o campo da institucionalidade e conversas de gabinete. Precisamos dar continuidade ao trabalho de enraizamento da ANPG!

Se as mediações com a institucionalidade também são necessárias não temos dúvida que é pela mobilização popular que alcançaremos nossas vitórias. Precisamos de uma ANPG que amplie seus laços e agendas conjuntas com os movimentos de trabalhadores da educação, com o ANDES, FASUBRA e SINASEFE e que contribua nas lutas gerais junto ao Fórum Sindical e Popular de Juventudes por Direitos e Liberdades Democráticas (FSP).

Para derrotar Bolsonaro e o projeto da burguesia a saída é pela esquerda, a ANPG não pode apostar suas fichas em uma Frente Ampla com os que sustentam e promoveram o Golpe e não abrem mão do neoliberalismo como verdade universal para o país.

Se marchamos separados por concepções estratégicas, e algumas mediações táticas, não nos negamos a golpear juntos. Todo o movimento de pós graduação do país, a ANPG, em uníssono, por direitos e por liberdades democráticas, na necessária mobilização contra os drásticos cortes de recursos para a pesquisa nas Universidades, suspensão e corte de bolsas, e demais políticas do Governo Bolsonaro-Mourão e Governos Estaduais contra a pós-graduação brasileira. Não cederemos aos embates miúdos da pequena política dentro do movimento da pós e avançaremos nos grandes debates na ANPG e nas bases, consolidando e avançando em um grande movimento que deve se expressar no próximo Congresso presencial da ANPG, como um grande ato político!!

As palavras de ordem do MUP agora são “Nenhum estudante do MUP fora das entidades” e “Fortalecer a presença do MUP no MNPG e nas APGs” , é essa nossa orientação geral. É a hora de estudar, organizar e lutar e fazer movimento da Pós crescer como nunca nas bases em todo país. Por fim Registramos aqui as quase 400 Pós Graduandas e Pós Graduandos que estiveram com o MUP no CNPG através de nosso Manifesto. Agradecemos a todas e todos, seguimos nas lutas!!

Viva o MUP Pós !!

Viva a ANPG e a luta das pós graduandas e pós graduandos !!

Contato:

Instagram: https://instagram.com/mup.posgrad?igshid=1r42p8t6aj34d

Facebook: https://m.facebook.com/mup.posgrad/photos/a.444251686004565/1040842803012114/?type=3&source=57