c Declaração de solidariedade, da Federação Mundial da Juventude Democrática com a Revolução Cubana – UJC
Home Internacional Declaração de solidariedade, da Federação Mundial da Juventude Democrática com a Revolução Cubana
Declaração de solidariedade, da Federação Mundial da Juventude Democrática com a Revolução Cubana
0

Declaração de solidariedade, da Federação Mundial da Juventude Democrática com a Revolução Cubana

0

Viva a Revolução Cubana!

DECLARAÇÃO DE SOLIDARIEDADE DA FEDERAÇÃO MUNDIAL DA JUVENTUDE DEMOCRÁTICA COM A REVOLUÇÃO CUBANA

Em 16 de junho de 2017, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou a política de seu governo em direção a Cuba em um ato público onde demonstrou total ignorância da história e da realidade do povo cubano. Sua decisão foi atestada na assinatura de uma diretiva de política denominada “Memorando Presidencial de Segurança Nacional sobre o fortalecimento da política dos Estados Unidos em relação a Cuba” com o objetivo de piorar a agressão contra a Revolução cubana.

O presidente americano justificou sua decisão com supostas preocupações sobre a situação dos direitos humanos em Cuba e a necessidade de aplicar rigorosamente as leis do bloqueio econômico, comercial e financeiro que, durante mais de meio século, o governo norte-americano impõe a Cuba e que esta política tem a rejeição internacional e de muitos cidadãos dos EUA. Em forma arrogante, ele exigiu mudanças internas em Cuba como condição para a eliminação do bloqueio e a melhoria das relações entre os dois países.

Na WFDY sempre apoiamos a posição da Revolução Cubana, da qual o Bloqueio, como política estabelecida unilateralmente pelo Governo dos Estados Unidos a partir de 1962, deve ser eliminado de forma unilateral e sem condições exigentes dos cubanos. Além disso, essa política genocida constitui uma violação flagrante e permanente dos direitos humanos, se considerarmos que o objetivo principal do Bloqueio é privar a Cuba dos recursos necessários para seu pleno desenvolvimento como nação soberana e independente e fato de que a aplicação extraterritorial do bloqueio afeta negativamente o desenvolvimento de outras nações.

Apesar das limitações que, para Cuba, trouxeram essa política de cerca econômica, a Revolução Cubana, isolada das receitas imperialistas, conseguiu que o povo cubano gozasse de direitos e liberdades fundamentais para o pleno desenvolvimento de todos os cubanos, sem qualquer tipo de distinção ou discriminação. Além disso, o constante prática internacionalista da Revolução contribuiu para o desenvolvimento dos direitos humanos em muitos países do mundo.

No entanto, na sociedade norte-americana, os direitos humanos fundamentais são violados sistematicamente e existem violações frequentes desses direitos cometidos pelos Estados Unidos em outros países. A política imperialista internacional do governo dos EUA demonstrou seu compromisso vazio com o respeito à paz mundial, direito indispensável para a sobrevivência humana.

A Revolução Cubana é um modelo para a juventude de esquerda e progressista em todo o mundo. Demonstra a justiça e a força do projeto socialista cubano em ter vencido e nunca se curvar diante das agressões de todos os tipos que por quase 60 anos lhe impõem o principal poder mundial imperialista.

A WFDY condena a nova tentativa de interferência do governo norte-americano sobre a independência de Cuba. Nós subscrevemos o direito legítimo do povo cubano a sua autodeterminação como pessoas independentes e soberanas e exigimos o respeito ao direito do povo cubano de decidir por si próprio seu próprio futuro.

Viva a Revolução cubana!

Federação Mundial da Juventude Democrática

Budapeste

Junho de 2017

Tradução: União da Juventude Comunista-Brasil

Original em: WFDY