c SETAP e Clécio brincam com a saúde e a vida dos trabalhadores – UJC
Home Estados Amapá SETAP e Clécio brincam com a saúde e a vida dos trabalhadores
SETAP e Clécio brincam com a saúde e a vida dos trabalhadores
0

SETAP e Clécio brincam com a saúde e a vida dos trabalhadores

0

SETAP E CLÉCIO BRINCAM COM A SAÚDE E A VIDA DOS TRABALHADORES

A escalada de ataques do Sindicato das Empresas de Transporte do Amapá (SETAP) continua mesmo durante a pandemia. A entidade patronal lançou uma nota no dia 20 de Abril em suas contas oficiais, exigindo o fim do isolamento social no estado do Amapá.

Esta nota, que se trata de mais um episódio da montanha de ataques dos empresários do setor, deixa às claras a intenção de continuar a demitir e cortar os salários dos motoristas e cobradores durante o isolamento social, deixando uma série de famílias em sério risco. Esta atitude se soma ainda à completa negligência dos riscos que a redução drástica da frota de ônibus levam àqueles que ainda precisam usar os ônibus, o resultado foi o aumento do tempo de espera e os ônibus superlotados, com risco iminente de transmissão do coronavirus em um dos estados com maior taxa de incidência da doença no país.

É fato conhecido que a patronal controla completamente o setor, e não nos causa estranheza esse tipo de atitude da burguesia, assim se faz necessário denunciar também a permissividade do prefeito de Macapá, Clécio Luis (Rede) frente a isso. Este, que se diz favorável às medidas de proteção da população, mostra mais uma vez seu alinhamento com o SETAP quando não indica medidas duras contra a patronal.

Mais uma vez, Clécio mostra de que lado está. O prefeito já tentou se mascarar muitas vezes falando de planos de licitação, mas recentemente, devemos lembrar do veto ao projeto de lei que proibia a dupla função dos motoristas (o que permitiu a manutenção do emprego de diversos cobradores) e do escandaloso perdão de mais de R$ 60 milhões em dívidas do SETAP com o município.

Para nós, está claro que o caminho é a completa estatização do transporte de passageiros municipal e intermunicipal, sob controle dos trabalhadores. Não há caminho possível que não a luta contra a barbárie capitalista, como diria Assata Shakur: “Ninguém no mundo, ninguém na história, conseguiu sua liberdade apelando para o senso moral das pessoas que o oprimiam”.

FORA SETAP! PELA ESTATIZAÇÃO DOS TRANSPORTES SOB CONTROLE DOS TRABALHADORES!

PELA MANUTENÇÃO DOS EMPREGOS E SALÁRIOS DOS TRABALHADORES RODOVIÁRIOS!

PELO PODER POPULAR, NO RUMO DO SOCIALISMO!