c Há 59 anos os revolucionários cubanos impediam o plano dos EUA de invasão da Baía dos Porcos – UJC
Home Internacional Há 59 anos os revolucionários cubanos impediam o plano dos EUA de invasão da Baía dos Porcos
Há 59 anos os revolucionários cubanos impediam o plano dos EUA de invasão da Baía dos Porcos
0

Há 59 anos os revolucionários cubanos impediam o plano dos EUA de invasão da Baía dos Porcos

0

Há 59 anos os revolucionários cubanos impediam o plano dos EUA de invasão da Baía dos Porcos

A Invasão da Baía dos Porcos (conhecida em Cuba como La Batalla de Girón) foi uma tentativa frustrada de invadir o sul de Cuba empreendida em 17 de abril de 1961 por um grupo paramilitar de exilados cubanos anticastristas (a chamada Brigada de Asalto 2506). O grupo fora treinado e dirigido pela CIA, com apoio das Forças Armadas dos Estados Unidos. O objetivo da operação era derrubar o governo socialista.

Fidel Castro já esperava um ataque direto à Ilha, tendo sido alertado previamente por Che Guevara, que presenciara um ataque semelhante durante o golpe ocorrido na Guatemala. Com a Invasão iminente, Fidel anunciou em discurso no dia 16 de abril de 1961, pela primeira vez, o caráter socialista da revolução e, no dia seguinte, teve início o ataque à ilha, na Praia de Girón, localizada na Baía dos Porcos.

O desembarque noturno dos contrarrevolucionários foi lento, devido a falhas mecânicas e colisões com recifes de coral próximos. Pescadores revolucionários conseguiram avistar os navios em aproximação (como era lua cheia, a praia estava clara) e alertaram via rádio. Quando os exilados tentaram avançar na costa, eles acabaram enfrentando inesperada resistência e sofreram muitas baixas.

A vitória em Playa Girón foi uma vigorosa demonstração da convicção revolucionária do povo cubano, treinado e organizado em defesa da revolução.