c Declaração do Secretário Geral do PCB a militância da UJC que participaram do 55º CONUNE – UJC
Home Destaque Declaração do Secretário Geral do PCB a militância da UJC que participaram do 55º CONUNE
Declaração do Secretário Geral do PCB a militância da UJC que participaram do 55º CONUNE
0

Declaração do Secretário Geral do PCB a militância da UJC que participaram do 55º CONUNE

0

Carta do Secretário Geral do Partido Comunista Brasileiro-PCB, Edmilson Costa.

A todos os e as camaradas da UJC que participaram do 55o. Congresso Nacional da União Nacional dos Estudantes-CONUNE.

 

Somos todos camaradas

porta-vozes do futuro

carregando com ternura

o sonho da nova era. (…)

Somos todos comunistas

militando neste chão.

Somos poetas da vida

construindo a revolução.

 

Camaradas,

Quero parabenizar a todos delegados, delegadas e participantes do 55o. Conune pelo belo exemplo revolucionário que os camaradas e as camaradas deram neste evento. Nossa delegação demonstrou grande combatividade, disciplina e fervor revolucionário durante todo o Congresso, o que enche de orgulho o processo de reconstrução revolucionária que iniciamos em 1992 e revela que o nosso partido tem um grande futuro, porque está formando uma geração de jovens revolucionários à altura da luta de classes em nosso País.

LEIA TAMBÉM: Teses da UJC para 55º CONUNE: Ousar Lutar Por uma Universidade Popular

Levamos para este Congresso mais de 300 militantes, sendo cerca de 200 participantes e 101 delegados e delegadas. Tivemos 101 votos, sem quebras ou deserções, fato inédito em eventos desse tipo. Com esse comportamento, os e as camaradas honraram a memória de todos os combatentes jovens de nosso partido e da juventude em geral que caíram nas lutas de nosso povo, especialmente as figuras de dois dos mais emblemáticos: Edson Luis de Lima Souto, assassinado pela Polícia Militar do Rio de Janeiro no restaurante do Calabouço, em 1968; e José Montenegro de Lima, Secretário Político da União da Juventude Comunista, assassinado na tortura do DOI-CODI em 1975.

Acreditamos que todos os participantes do Congresso saíram de lá mais fortalecidos ideologicamente, com mais espírito de camaradagem e com muitas lições e experiências que deverão passar para a militância da UJC em todo o País.

Tivemos uma participação bonita, alegre, combativa e disciplinada, resgatando assim uma tradição de nossa juventude revolucionária e enchendo de esperança a todos aqueles que resistiram nos mais duros tempos à liquidação do PCB. Uma juventude guerreira, à altura das lutas que iremos desenvolver nestes tempos difíceis.

Nossos e nossas militantes defenderam com elevado nível político, clareza de argumentos e firmeza as propostas da Universidade Popular, a defesa da chapa que formamos com a oposição de esquerda, o poder popular e o socialismo. Essa atuação demonstra que temos uma militância com formação revolucionária e grande convicção da nossa linha política, elementos fundamentais para o futuro do PCB.

Também gostaria de parabenizar nossos e nossas camaradas da coordenação das delegações, os assistentes e a infraestrutura, enviados pelo Comitê Central, para ajudar na organização de nossas fileiras. Apesar da tarefa cansativa, os e as camaradas cumpriram muito bem a tarefa e demonstraram com exata dimensão a ligação entre o Partido e seus coletivos de luta.

Com a volta aos Estados, temos outra grande tarefa: crescer com qualidade e recrutar com ousadia a juventude em luta nas universidades públicas, privadas e nos institutos federais (e os secundaristas das principais escolas, futuros universitários), de forma a transformar a UJC numa organização protagonista das lutas dos jovens brasileiros. Para tanto, temos que intensificar o trabalho de base nos Grêmios e Centros Acadêmicos, DCEs e Uniões Estaduais dos Estudantes, de forma a que no próximo Congresso a nossa delegação seja multiplicada várias vezes, até nos transformarmos na principal força da esquerda no movimento universitário brasileiro.

Com um abraço camarada, fraterno e emocionado

Edmilson Costa

Secretário-Geral do PCB