c Barbárie: Empresários de Campina Grande (PB) exigem reabertura de comércio durante pandemia – UJC
Home Estados Paraíba Barbárie: Empresários de Campina Grande (PB) exigem reabertura de comércio durante pandemia
Barbárie: Empresários de Campina Grande (PB) exigem reabertura de comércio durante pandemia
0

Barbárie: Empresários de Campina Grande (PB) exigem reabertura de comércio durante pandemia

0

Os últimos acontecimentos envolvendo o núcleo duro do Governo Bolsonaro – Renúncia do Ex- Ministro da Justiça Sérgio Moro – não abalaram, um milímetro sequer, o apoio da fração do capital comercial a coalizão pró-burguesa no poder capitaneada por Bolsonaro-Mourão- Guedes. Os eventuais atritos intra-burgueses, em se tratando de matéria de retirada de direitos da classe trabalhadora, são postos em segundo plano e ganham um poderoso amálgama.

Com Bolsonaro, a fração do capital comercial dispõe de:

– Aprofundamento da contrarreforma trabalhista;
-MP 881, a mal chamada “MP da Liberdade Econômica” que prevê trabalho aos fins de semana, extinção da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho) reduzindo cada vez mais os encargos trabalhistas;
– MP 927, um rerranjo mais brutal do que a MP 881 com suspensão de contratos de trabalho;
– Redução da multa recisória do FGTS em demissões de sem justa causa, de 40% para 20%;
– Contribuição previdenciária dos empresários reduzida de 8% para 2%;
– “Carteira de trabalho verde e amarela” etc

São inúmeras as benesses de que esta franja do capital dispõe com Bolsonaro. O pacto segue forte!

Hoje (27/04) em Campina Grande (PB), os empresários do comércio exigiriam, em uma peça humilhante e dantesca, que os trabalhadores protestassem, de joelhos, pedindo o fim do isolamento social e pelo retorno das atividades comerciais. A palavra de ordem? Adesão às paixões gananciosas pelo lucros dos patrões ou demissão em massa.

O “protesto amarelo” foi capitaneado pelo empresário do ramo de vestuário – dono da marca “Rutra” – Arthur Bolinha. Bolinha é conhecido bolsonarista e inimigo da classe trabalhadora campinense. Entusiastas das contrarreformas implementadas pelo (des)governo do liberal e corrupto Michel Temer; bem como garoto propaganda da Reforma da Previdência do Paulo Guedes.

Arthur, inúmeras vezes postulante à prefeitura municipal de Campina Grande, também é presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campina Grande (CDL-CG), que assedia diuturnamente o também bolsonarista de carteirinha, Romero Rodrigues (PSDB-PB), atual prefeito.

A coligação Bolinha-Romero vem trabalhando de maneira célere para a reabertura do comércio: o primeiro por razões óbvias, o segundo por arcar com seus fiadores de campanha. O prefeito, reiteradas vezes, recorreu à justiça e ao Ministério Público da Paraíba (MPPB), visando à flexibilização do isolamento social, porém sem lograr êxito.

A satisfação dos capitalistas nos custa o sangue e a carne. Em tempos de pandemia, faz-se necessária a conclamação da unidade resoluta entre os trabalhadores e trabalhadoras de todo o mundo. O Covid-19 mostrou, muito didaticamente, que o capitalismo é incapaz de conceber respostas enérgicas aos problemas mais sentidos dos povos. É preciso um salto qualitativo que supere as mazelas e contradições da sociedade capitalista, abrindo a porta para uma reorganização da produção e da riqueza socialmente produzida. Um novo regime sem mestre ou senhores; sem exploradores ou oprimidos. Só o socialismo pode nos garantir o pão, a vida e a poesia.

O caminho que nos conduzirá ao socialismo é a organização política e consciente das massas. A saída é o Poder Popular!

Portanto, não devemos nutrir NENHUMA ILUSÃO com as alternativas “comedidas e sensatas” (sic) ao governo Bolsonaro-Mourão-Guedes. Nem Mourão, Dória, Moro ou Ronaldo Caiado!

FORA BOLSONARO E SEUS ALIADOS!

PELA REVOGAÇÃO IMEDIATA DA EC 95!

POR UM SUS 100% ESTATAL E SOB CONTROLE DOS TRABALHADORES!

EM DEFESA DAS GARANTIAS SOCIAIS E DAS LIBERDADES DEMOCRÁTICAS!

PELO PODER POPULAR! NO RUMO DO SOCIALISMO!