c Seminário: A CIDADE PARA QUEM? Crise estrutural do capital e perspectivas de superação – UJC
Home Sem categoria Seminário: A CIDADE PARA QUEM? Crise estrutural do capital e perspectivas de superação
Seminário: A CIDADE PARA QUEM? Crise estrutural do capital e perspectivas de superação
0

Seminário: A CIDADE PARA QUEM? Crise estrutural do capital e perspectivas de superação

0

O seminário tem como objetivo debater a produção social do espaço urbano com a realização da Copa do Mundo em Fortaleza, suas implicações no estágio atual de crise do capital (rearranjo do Estado e de seus instrumentos de repressão e criminalização, reformulações urbanas, transporte e mobilidade) e as estratégias de resistências dos movimentos sociais e populares.

Local:

07, 08 e 09 de maio: Auditório Rachel de Queiroz (Centro de Humanidades II da UFC: Av. da Universidade, 2683, Benfica)

10 de maio: Auditório da ADUFC (Av. da Universidade, 2346 – Benfica)

Programação:

07/05

Manhã – 8h às 12h:

1º Painel: Megaeventos, reformulações urbanas e luta popular

Valéria Pinheiro (Mestranda IPPUR/UFR e Comitê Popular da Copa)

Igor Moreira (Rede Nacional de Advogados/as Populares – RENAP e Movimento dos Conselhos Populares – MCP)

Acássio Pereira (Diretório Central de Estudantes UFC e Movimento RUA – Juventude Anticapitalista)

Sharon Dias (Professora curso de geografia UECE e assessora comunitária do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente – CEDECA)

Marta Silêdo (Coordenadora de projetos do Cearah Periferia e Conselheira Nacional de Cidades)

– Depoimento dos movimentos e comunidades

Trilha do Senhor; Caminho das Flores; Lauro Vieira Chaves; Aldaci Barbosa e Titãzinho

Tarde – 14h às 16h:

Espaços nas comunidades* (autogestionado)

Noite – 18h às 21h:

2º Painel: Crise do capitalismo, rearranjo do Estado e perspectivas para as lutas sociais

Marildo Menegat (Professor da Escola de Serviço Social da UFRJ)

Mauro Iasi (Professor da Escola de Serviço Social da UFRJ, pesquisador do NEP 13 de Maio e membro do Comitê Central do PCB)

08/05

Manhã – 8h às 12h:

3º Painel: Resquícios da ditadura, violência policial e o recrudescimento do estado penal

Ana Vládia Holanda Cruz (Doutoranda em psicologia pela UFRN e militante do Comitê Cearense pela Desmilitarização da Polícia e da Política)

Rosa Fonsêca (Integrante do Crítica Radical)

Talita Maciel (Advogada popular do Escritório Frei Tito e membro da coordenação colegiada do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente – CEDECA)

– Depoimento dos movimentos e comunidades

REAJAN (Rede de Articulação do Jangurussu e Ancuri); Caravana da Periferia e CDVHS (Centro de Defesa da Vida Herbert de Souza)

Tarde – 14h30 às 17h30:

4º Painel: Transporte e mobilidade na metrópole do capital

Lucio Gregori (Engenheiro e formulador do primeiro projeto de tarifa zero do Brasil durante o governo Erundina em São Paulo)

José Borzachielo (Geógrafo e professor do departamento de geografia da UFC)

Clarice Freitas (Professora do curso de arquitetura da UFC)

Noite – 18h30 às 21h30:

5º Painel: Crise ecológica: o ecocídio do planeta e a saída para humanidade

Alexandre Costa (Ambientalista, PhD em Ciências Atmosféricas e professor da UECE)

Ronaldo Rogério (Integrante do Crítica Radical)

09/05

Manhã – 8h às 12h:

6º Painel: Relação de gênero, megaeventos e exploração sexual

Denise Campos (Coordenação colegiada da Associação Nacional dos Centros de Defesa da Criança e do Adolescente)

Tárzia Medeiros (Militante feminista e comunicadora popular no Rio Grande do Norte)

Maria Luiza Fontenele (Ex-prefeita de Fortaleza e integrante do Crítica Radical)

– Depoimento dos movimentos e comunidades

Associação Barraca da Amizade; Comissão de Enfrentamento à Violência Sexual do Fórum DCA; Associação das Prostitutas do Ceará – APROCE; Poço da Draga e Serviluz

Tarde – 14h às 16h:

Espaços nas comunidades (autogestionado)

Noite – 18h30 às 21h30:

– 7º Painel: A cidade para quem? Crise estrutural do capital e perspectivas de superação

Nilo Sérgio Aragão (Sociólogo e professor da Fa7)

Jorge Paiva (Integrante do Crítica Radical)

José Meneleu Neto (Doutor em sociologia, coordenador do departamento de geografia da UECE)

10/05

Manhã – 9h às 17h:

Encontro de juventudes

Tarde – 17h às 20h:

Assembléia unificada dos movimentos sociais

20h às 23h:

Noite cultural

* Os espaços nas comunidades serão organizados na própria comunidade, podem ser rodas com os palestrantes que virão de fora, podem ser visitas às áreas impactadas, podem ser atos culturais. Estes serão espaços autogestionados e podem ocorrer simultaneamente nas comunidades.”

evento no facebook: https://www.facebook.com/events/1484702215077507/?ref=3&ref_newsfeed_story_type=regular