c REITOR DA UNOESC AMEAÇA FUNCIONÁRIA POR PUBLICAÇÃO CONTRA BOLSONARO! – União da Juventude Comunista
Home Educação REITOR DA UNOESC AMEAÇA FUNCIONÁRIA POR PUBLICAÇÃO CONTRA BOLSONARO!
REITOR DA UNOESC AMEAÇA FUNCIONÁRIA POR PUBLICAÇÃO CONTRA BOLSONARO!

REITOR DA UNOESC AMEAÇA FUNCIONÁRIA POR PUBLICAÇÃO CONTRA BOLSONARO!

0

No último dia 3 de julho, aconteceram diversas manifestações contra o atual governo de Bolsonaro, Mourão e seus aliados no país inteiro, em Santa Catarina não foi diferente. Atos e carreatas aconteceram em todas as regiões do estado, como em Joaçaba, no meio oeste catarinense.No mesmo dia, após a funcionária Cristina de Marco da Universidade do Oeste de Santa Catarina divulgar uma foto de uma faixa com a escrita “Fora Bolsonaro”, em sua rede social pessoal, o então reitor da instituição, Aristides Cimadon, fez uma ameaça a funcionária com o seguinte comentário: “Fora da UNOESC Cristina”.Quem conhece o reitor, sabe do seu alinhamento político ao atual governo federal e ao próprio presidente, com o qual se reuniu em 2020, para discutir sobre a escolha de um novo ministro da Educação, cargo para o qual chegou a ser cogitado.A UNOESC é uma das grandes universidades comunitárias do estado, muitas vezes servindo a projetos que utilizam de meios e recursos públicos para produção de conhecimento aos interesses privados (parcerias público-privadas), e que, por vezes, cobram altas taxas e mensalidades, além de possuir currículos com o ensino à distância cada vez mais presentes. Porém, mesmo com um fundo público, sua verdadeira face é de uma empresa privada.Em tempos que movimentos como Escola Sem Partido estão à tona, não devemos mais aceitar que tentem dissociar as fortes amarras que ligam Política e Educação. Educar é um ato político! É político por ser intencionado, projetado sobre a realidade que se tem e que se quer ter. Devemos repudiar a atitude do reitor, assim como nos questionar sobre quais os interesses de uma instituição de ensino, localizada em uma região onde não encontramos nenhum ensino superior realmente público, em apoiar um governo que apenas trouxe ainda mais precarização para a educação brasileira em todos os níveis.

Seus interesses são em manter o domínio da prestação de serviços educacionais sem a devida preocupação com os interesses populares. Seus interesses são pelos recursos públicos para produzir conhecimento privado. Seus interesses são pela censura, pelas mordaças. A UJC Santa Catarina presta solidariedade a funcionária atacada e denúncia a política extremamente destrutiva que o Reitor Cimadon representa! Episódios como esse não podem se repetir e exigimos uma manifestação da UNOESC acerca do caso!Pela livre organização política nas universidades!Contra a venda e em defesa da estatização das universidades comunitárias!Por uma universidade popular!