c Reforma educacional rejeitada por estudantes colombianos é retirada do Congresso – UJC
Home Sem categoria Reforma educacional rejeitada por estudantes colombianos é retirada do Congresso
Reforma educacional rejeitada por estudantes colombianos é retirada do Congresso
0

Reforma educacional rejeitada por estudantes colombianos é retirada do Congresso

0

Regeitada a reforma estudantil

A Sexta Comissão da Câmara de Representantes da Colômbia aprovou nesta quarta-feira, com 11 votos a favor, a retirada do projeto de reforma da educação superior, que havia sido rejeitada mediante numerosos protestos por parte dos estudantes representados pela denominada Mesa Ampla Nacional Estudantil (MANE).

A MANE informou que a paralisação do setor será suspensa e que na tarde desta quarta-feira será oficializada sua posição frente à greve em uma entrevista coletiva. “Se tratou de uma sessão relâmpago onde a Sexta Comissão, por unanimidade, votou a favor de que se retire o projeto”, informou a correspondente da teleSUR em Bogotá, Angie Camacho.

Onze dos 18 representantes da referida Comissão aprovaram a retirada da proposta educativa, solicitada pelo Governo do presidente Juan Manuel Santos, desde a sexta-feira da semana passada. Os deputados restantes não estavam presentes no recinto.

Agora os estudantes juntos com o Governo colombiano deverão “começar desde zero” a trabalhar para a criação de um novo projeto “que será um consenso (…) que poderá ser arquivado para a próxima legislatura”, ou seja, 20 de julho de 2012, esclareceu o jornalista.

Mais cedo, o representante da Câmara, Wilson Gómez, informou que o próximo passo “será começar a mesa de negociações para elaborar uma nova iniciativa, a qual poderia estar entrando em março do ano que vem para a apreciação do Congresso”. “Faço um chamado aos jovens que honrem sua palavra e levantem sua paralisação”, declarou Gómez.

No entanto, o presidente da Sexta Comissão, José Edilberto Caycedo, afirmou que a retirada do projeto “é uma consequência lógica dos últimos acontecimentos”. Neste sentido, insistiu no pedido que o mencionado órgão público fez ao presidente Santos para que a iniciativa que se apresente no próximo ano seja mais inclusiva. “O convite é para que os jovens voltem às aulas imediatamente e que o governo estabeleça uma mesa de diálogo para que possamos fazer uma projeto de lei muito mais equitativo e inclusivo”, disse Cayedo.

O porta-voz da MANE, Sergio Fernández, informou que durante a tarde desta quarta-feira fará um pronunciamento oficial aos estudantes. Novo calendário escolar Os estudantes colombianos se encontram nos espaços universitários “fazendo assembleias e determinando como será a forma de arrumar o calendário escolar para não perder as aulas, para não perder o semestre”, informou a correspondente da teleSUR, Angie Camacho.

Quanto às mobilizações, Camacho indicou que continua de pé a marcha estudantil continental convocada pelos universitários e secundaristas chilenos, que acontecerá no próximo dia 24 de novembro de maneira simultânea.

Fonte: http://www.telesurtv.net/secciones/noticias/100410-NN/reforma-educativa-rechazada-por-estudiantes-colombianos-es-retirada-del-congreso/