c NOTA FMJD – Em reação sobre a decisão dos EUA sobre o status de Jerusalém – UJC
Home Internacional NOTA FMJD – Em reação sobre a decisão dos EUA sobre o status de Jerusalém
NOTA FMJD – Em reação sobre a decisão dos EUA sobre o status de Jerusalém
0

NOTA FMJD – Em reação sobre a decisão dos EUA sobre o status de Jerusalém

0

A Federação Mundial das Juventudes Democráticas (FMJD) denuncia e condena a decisão dos Estados Unidos da América de reconhecer Jerusalém como a capital do Estado de Israel. Essa é de fato uma decisão que fere e viola as resoluções e decisões feitas pela ONU. A situação política de Jerusalém é crucial para uma solução pacífica para a questão do povo da. Relembrando que uma decisão precedente que foi apoiada pela comunidade internacional, declarava a parte leste de Jerusalém como capital de uma Palestina livre e independente.

É inaceitável a decisão dos Estados Unidos e seu novo governo, é um flagrante de violação clara dos direitos do povo Palestino. É um claro apoio ao governo do Estado de Israel e suas ocupações em território palestino, uma prova do imperialismo e seus aliados. Futuramente, essa decisão mina quase toda a possibilidade de uma solução pacífica, criando mais espaço para conflitos não só na Palestina, mas também em outras localidades do Oriente Médio.·.

A Federação Mundial das Juventudes Democráticas se posiciona sempre sob a tutela da ONU, demandando da comunidade internacional que defendam decisões anteriores e os princípios da lei. Clamamos a todo o mundo pelo respeito ao direito do povo Palestino a um estado independente. Repetimos novamente que a FMJD é terminantemente contrária a ocupação Israelense, e clamamos aos membros da ONU para se juntar em prol do reconhecimento de um estado Palestino independente com sua capital sendo a parte leste da cidade de Jerusalém.

Relembramos o mundo dos horrores desse conflito para o povo Palestino, os milhões de refugiados, as mortes, a repressão que estão vivendo, os muros de apartheid construídos para separação dos povos e área bloqueada de Gaza. Horrores esses resultantes da ocupação agressiva e repressão Sionista.

A FMJD não hesita em condenar e denunciar o Sionismo assim como já o fez com o fascismo, terrorismo e neonazismo; assim que são, elementos que servem ao imperialismo e a espalhada do terror e de mortes.

Por fim, a FMJD convoca seus membros e militantes para executar ações de solidariedade e apoio ao povo Palestino, e também ações com caracter de denuncia veemente a uma decisão tão forte, unilateral e inaceitável quanto a dos EUA.

Em nome da direção da FMJD
Budapeste, 8 de Dezembro, 2017

Nota original em: https://www.facebook.com/notes/world-federation-of-democratic-youth-wfdy/wfdy-in-relation-with-the-decision-of-the-usa-and-the-status-of-jerusalem/1630255757040416/?fref=gs&dti=891620437602083&hc_location=group