Home Sem categoria Nota de Repúdio à Ação Violenta da Brigada Militar
Nota de Repúdio à Ação Violenta da Brigada Militar
0

Nota de Repúdio à Ação Violenta da Brigada Militar

0

UJC – PoA

A União da Juventude Comunista, presente no ato do Bloco de Lutas ocorrido no dia 18 de junho, em Porto Alegre, vem a público repudiar a ação da Brigada Militar contra a manifestação. A Brigada Militar, comandada pelo Governador do Estado, Tarso Genro, vem demonstrando desde antes do início da Copa do Mundo, inclusive na imprensa, que a sua missão é defender os interesses da FIFA e de seus patrocinadores, utilizando diversas formas para reprimir, agredir e criminalizar os que lutam contra as remoções, contra a violência policial, contra a precarização do trabalho e contra o extermínio da população pobre. Estão a serviço da FIFA e dos empresários, mas isso não é nenhuma novidade.

No entanto, mesmo estando a serviço da FIFA e dos empresários, a Brigada Militar não tem o direito de agir de forma covarde e passar por cima da constituição. Nem mesmo permitiram o livre direito de manifestação e iniciaram a sua ação antes mesmo da marcha começar. As ruas adjacentes à concentração do ato foram fechadas pela Brigada Militar, que agrediu a manifestação com bombas e balas de borracha, sem permitir a nossa saída em marcha ou mesmo que deixássemos o local. A ação da Polícia Militar foi desproporcional ao número de manifestantes, aproximadamente duzentos, e foi desproporcional ao caráter de diálogo da manifestação convocada.

Por isso convocamos todos os que lutam para que venham às ruas conosco, pois é nossa tarefa enfrentar as atitudes da Brigada Militar e do Poder Judiciário que desejam transformar manifestantes em criminosos. A única forma de fazermos isso é estando nas ruas. Reforçamos nosso compromisso com a luta e estaremos presentes, lado a lado, enfrentando aqueles que desejam agredir e criminalizar todo aquele que se levanta contra as injustiças e desmandos da FIFA.

NÃO ACABOU, TEM QUE ACABAR, EU QUERO O FIM DA POLÍCIA MILITAR!

COPA PRA QUEM?

União da Juventude Comunista – Porto Alegre