c Nota da UJC – SC sobre a vitória contra a EBSERH – UJC
Home Movimento Estudantil Nota da UJC – SC sobre a vitória contra a EBSERH
Nota da UJC – SC sobre a vitória contra a EBSERH

Nota da UJC – SC sobre a vitória contra a EBSERH

0

A União da Juventude Comunista comemora a vitória contra adesão do Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares!

Na última quarta-feira, 29 de Abril, ocorreu um plebiscito institucional que consultou de forma universal toda a comunidade universitária da UFSC sobre o futuro do hospital universitário. Com o total de 70% dos votos, a UFSC negou a empresa. É essencial lembrar que essa vitória é o resultado da articulação entre estudantes, professores e servidores da universidade, além da presença fundamental o Fórum Catarinense em Defesa do SUS, que há mais de 3 anos reivindicavam que uma decisão desse tamanho não poderia ocorrer sem um grande processo de discussão e consulta à comunidade universitária. Com isso, após a existência de uma comissão para a avaliação do Hospital Universitário Polydoro Ernani de São Thiago, o movimento conquistou a realização de 7 debates institucionais no final do ano passado e o plebiscito que ocorreu nesta última quarta-feira (29).

Para além da institucionalidade, o movimento realizou inúmeros debates entre os estudantes e os Centros Acadêmicos da universidade, produziu materiais informativos e esteve presente nos espaços de decisão da universidade, colocando sua crítica à empresa, denunciando as irregularidades da atual direção do hospital universitário e colocando alternativas para o atual quadro do hospital. Enquanto a direção central negligenciava o debate, o movimento fazia por si essa função. 
A União da Juventude Comunista compreende a importância da resistência a esses novos ataques à saúde pública (EBSERH, OSSs, FEDP…) pelo grande interesse que o capital tem no setor saúde, tornando mercadoria um direito de todos e de todas. A luta contra esses ataques deve permanecer associada à defesa do Sistema Único de Saúde e para além dele; por uma sociedade livre de relações de exploração e pela plenitude de todo o ser humano: a sociedade comunista.

O movimento da UFSC deve continuar, pois apesar do peso político, o plebiscito é uma ferramenta de consulta do Conselho Universitário, que nas próximas semanas volta a discutir a adesão ou não à EBSERH. Que essa conquista inspire a organização da juventude em outros lugares em defesa da saúde pública, estatal e de qualidade!

Saudamos todos e todas que lutaram nesse processo histórico que levou a essa conquista da população catarinense e seguimos juntos ombro a ombro na luta!

Ousar Lutar, Ousar Vencer!!