c Nota da UJC-Brasil em solidariedade ao irmão povo venezuelano – UJC
Home Sem categoria Nota da UJC-Brasil em solidariedade ao irmão povo venezuelano
Nota da UJC-Brasil em solidariedade ao irmão povo venezuelano
0

Nota da UJC-Brasil em solidariedade ao irmão povo venezuelano

0

A União da Juventude Comunista repudia enfaticamente a tentativa de Golpe de Estado que setores da burguesia venezuelana buscaram consolidar com os distúrbios provocados neste dia 12 de fevereiro, que além das dezenas de feridos, resultaram no covarde assassinato de três venezuelanos por meio de atiradores de elite: Juan Montoya, Bassil Da Costa e Neyder Arellano Sierra. Numa tentativa similar a de 2002 – em que setores da burguesia, temerosos de perder seus privilégios, seqüestraram o presidente Hugo Chavez – novamente tentam gerar o caos na população para justificar o Golpe de Estado. Não temos dúvidas que andam em consonância com o Pentágono e a CIA. Covardes!

Somos incondicionalmente solidários ao combativo povo venezuelano e suas organizações revolucionárias, em especial ao Partido Comunista e a Juventude Comunista da Venezuela, organizações irmãs com as quais compartilhamos similar analise dos caminhos do processo anti-imperialista que está em curso nesse país e sobre a perspectiva revolucionária no continente. Não existem fronteiras para os comunistas; a dor e a indignação do povo venezuelano também sentimos e sofremos. Estamos seguros que essa indignação se transformará em mais luta e ainda mais organização, para construir o poder popular e a revolução socialista, única alternativa para os povos do mundo no enfrentamento do capitalismo e do imperialismo. Para tanto é fundamental a unidade popular contra o golpismo e os grupos fascistas, mas também fortalecer a capacidade da classe trabalhadora de gerir sua própria vida, expropriando os usurpadores e socializando o trabalho, as riquezas e o poder.

No Brasil a burguesia segue insistindo em deturpar as informações, alegando que na Venezuela acontece um processo de luta popular contra o “chavismo”. Mentirosos! O povo brasileiro já não traga mais seu discurso repleto de falácias e meias verdades e é solidário à luta da classe trabalhadora venezuelana.

Golpistas e fascistas não passarão,

Na Venezuela é tempo de aprofundar a revolução!

Comissão de Relações Internacionais – Coordenação Nacional de UJC-Brasil

15 de fevereiro de 2014