c Justiça a Kaique Augusto! Abaixo a homofobia, o racismo e toda forma de opressão! – UJC
Home Sem categoria Justiça a Kaique Augusto! Abaixo a homofobia, o racismo e toda forma de opressão!
Justiça a Kaique Augusto! Abaixo a homofobia, o racismo e toda forma de opressão!
0

Justiça a Kaique Augusto! Abaixo a homofobia, o racismo e toda forma de opressão!

0

UJC – São Paulo

A União da Juventude Comunista se soma à demanda da população paulistana e brasileira pela elucidação do caso e punição dos responsáveis pelo brutal assassinato do jovem homossexual e negro Kaique Augusto Batista dos Santos, de 17 anos, quando se dispersou de um grupo de amigos com quem ia a uma casa noturna no centro da cidade para procurar documentos que havia perdido.

Ainda não se sabe qual foi a motivação para o crime ter acontecido. No entanto, levantamentos feitos tanto por organizações que defendem as populações LGBT e negra, bem como dados oficiais, indicam que o Brasil é um país recordista em violência contra essas parcelas da população. Isso se dá tanto pela herança escravagista do país, que ainda se reflete no preconceito das classes dominantes contra os negros, no mau tratamento muitas vezes reservado a eles nos serviços públicos e na violência praticada contra eles pela Polícia Militar, quanto, no caso dos LGBTs, pelo estímulo dado por agrupamentos políticos, como alguns partidos conservadores e setores da Igreja que se organizam nos mesmos, à discriminação, pelo simples fato de não tolerarem a diversidade.

Assim, repudiamos não apenas o ato de violência praticado por pessoas nitidamente preconceituosas, a ponto de se desproverem da culpa de arrancar a vida a um semelhante, como a atitude da Polícia Civil de ter registrado o caso como suicídio, mesmo com todos os indícios de que o jovem foi espancado, torturado e agredido com uma barra de ferro, que ficou presa a seu corpo, antes de ser jogado do Viaduto Nove de Julho.

Apoiaremos e participaremos de todas as manifestações que houverem exigindo justiça a Kaique Augusto, o que inclui o devido apoio do Estado a seus familiares, e que este cumpra seu dever de desestimular e repudiar novos crimes semelhantes, bem como de buscar elucidar os que houverem e punir rigorosamente os culpados. O Estado Brasileiro deve reconhecer como crime a homofobia e a transfobia, coibindo toda forma de discriminação!