c Contra a Criminalização da Luta Popular em Goiás – UJC
Home Educação Contra a Criminalização da Luta Popular em Goiás
Contra a Criminalização da Luta Popular em Goiás
0

Contra a Criminalização da Luta Popular em Goiás

0

A União da Juventude Comunista (UJC) vem a público repudiar o processo de criminalização da luta popular em Goiás, promovido pelo Estado Penal e Coronelista de Marconi Perillo (PSDB) há quase duas décadas. Mais um episódio desse processo de criminalização aconteceu no último dia 15 de fevereiro, quando centenas de estudantes secundaristas ocuparam a Secretária de Educação (SEDUCE) em resposta ao truculento processo de implementação das Organizações Sociais (OS) nas escolas públicas. Neste processo foram presos 31 lutadores(as) pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e conduzidos à Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRACO). Entre esses lutadores/as sociais presos, estão 13 estudantes secundaristas, sendo 02 militantes secundaristas da UJC, um professor da UFG ( que teve sua prisão forjada pela PM) e 18 apoiadores da luta contra as OSs.

Estas prisões ilegais é entendida pela UJC como uma clara perseguição política, e só evidenciam o histórico violento de criminalização da luta popular em Goiás nos últimos anos.

Diante desse cenário de criminalização das lutas, a UJC aponta que apenas a organização da juventude trabalhadora será capaz de se contrapor aos ataques do Estado “coronelista” goiano, e ao mesmo tempo orienta-los rumo a ruptura com essa ordem social autoritária e repressiva. Também entendemos que mais uma vez é necessário forjarmos coletivamente um modelo de educação contra- hegemônico, que rompa com a lógica privatista de mercado (como é o caso das OS´s) e que sirva as demandas da nossa classe, isto é, a educação do Poder Popular.

Pela liberdade imediata dos presos políticos !!!

Liberdade aos nossos camaradas da luta !!!

Viva a luta da Juventude Trabalhadora !!!

Juventude que Ousar Lutar, Constrói Poder Popular !!!